FANDOM


Copa América de 2015
Copa América 2015 logo.png
Dados
Organização: CONMEBOL
Participantes: 12
Anfitrião: Chile Bandeira do Chile.png
Início: 11 de junho de 2015
Fim: 4 de julho de 2015
Gols: 59
Jogos: 26
Campeão: Chile Bandeira do Chile.png (1º título)
Vice-campeão: Argentina Bandeira da Argentina.png
Terceiro Lugar: Peru Bandeira do Peru.png
Quarto Lugar: Paraguai Bandeira do Paraguai.png
Artilheiro: Eduardo Vargas Bandeira do Chile.png – 4 gols
Paolo Guerrero Bandeira do Peru.png – 4 gols
Público: 655 902
Melhor Ataque: Chile Bandeira do Chile.png – 10 gols
Melhor Defesa: Colômbia Bandeira da Colômbia.png – 1 gol
Maior Goleada: Argentina Bandeira da Argentina.png 6-1 Bandeira do Paraguai.png Paraguai
Premiações
Revelação: Jeison Murillo Bandeira da Colômbia.png
Melhor Goleiro: Claudio Bravo Bandeira do Chile.png
Fair Play: Peru Bandeira do Peru.png
Cronologia
Antes: 2011
Depois: 2016


A Copa América de 2015 é a 44ª edição do principal torneio entre seleções organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Será disputada entre 11 de junho e 4 de julho.

Seleções participantes

Nesta edição, como nas anteriores, participarão doze seleções nacionais, das quais dez serão os países membros da CONMEBOL, além de duas seleções convidadas, que inicialmente foram Japão e México. O Japão desistiu do convite e a China foi cogitada no seu lugar, mas em maio de 2014 a Jamaica foi confirmada como participante.

Segue a lista das equipes participantes:

  1. Bandeira da Argentina.png Argentina
  2. Bandeira da Bolívia.png Bolívia
  3. Bandeira do Brasil.png Brasil
  4. Bandeira do Chile.png Chile
  5. Bandeira da Colômbia.png Colômbia
  6. Bandeira do Equador.png Equador
  7. Jamaica.png Jamaica (convidado)
  8. Bandeira do México.png México (convidado)
  9. Bandeira do Paraguai.png Paraguai
  10. Bandeira do Peru.png Peru
  11. Bandeira do Uruguai.png Uruguai
  12. Bandeira da Venezuela.png Venezuela

Bola

A bola oficial se chamará "Cachaña", foi produzida pela Nike, e o nome escolhido significa "gambeta", uma expressão chilena que

equivale a algo como "drible de corpo", um movimento rápido do jogador para se esquivar dos rivais e evitar que a bola seja roubada.

Sorteio

O sorteio que determinou a composição dos grupos originalmente seria realizado em 27 de outubro de 2014, mas foi adiado para 24 de novembro no Anfiteatro da Quinta Vergara, em Viña del Mar. Antes do sorteio o Comitê Executivo da CONMEBOL definiu que Chile, Argentina e Brasil seriam os cabeças de chave e anunciou a composição das demais seleções através dos potes, predefinindo a Argentina no grupo B e o Brasil no grupo C. A distribuição se deu da seguinte maneira:

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
Bandeira do Chile.png Chile (como A1)
Bandeira da Argentina.png Argentina (como B1)
Bandeira do Brasil.png Brasil (como C1)
Bandeira da Colômbia.png Colômbia
Bandeira do Uruguai.png Uruguai
Bandeira do México.png México
Bandeira do Equador.png Equador
Bandeira do Peru.png Peru
Bandeira do Paraguai.png Paraguai
Bandeira da Venezuela.png Venezuela
Bandeira da Bolívia.png Bolivia
Jamaica.png Jamaica

Mascote

O mascote será uma raposa-vermelha e o nome será escolhido entre "Zincha" (junção de "zorro" e "hincha", raposa e torcida em espanhol); "Andi" (referente a Cordilheira dos Andes) e "Kul”, relativo à família a qual pertence o animal chileno e ao tambor cerimonial Mapuche, chamado de Kultrun.

Primeira fase

Índice técnico

Pts Seleção Pts J V E D GP GC SG Grupo
Bandeira do Uruguai.png Uruguai43111220B
Bandeira da Colômbia.png Colômbia43111110C
Bandeira do Equador.png Equador3310246–2A

Fase final

Quartas de final Semifinais Final
                   
24 de junho – Santiago        
 Chile Bandeira do Chile.png  1
29 de junho – Santiago
 Uruguai Bandeira do Uruguai.png  0  
 Chile Bandeira do Chile.png  2
25 de junho – Temuco
   Peru Bandeira do Peru.png  1  
 Bolívia Bandeira da Bolívia.png  1
4 de julho – Santiago
 Peru Bandeira do Peru.png  3  
 Chile Bandeira do Chile.png  0 (4)
26 de junho – Viña del Mar
   Argentina Bandeira da Argentina.png  0 (1)
 Argentina Bandeira da Argentina.png  0 (5)
30 de junho – Concepción
 Colômbia Bandeira da Colômbia.png  0 (4)  
 Argentina Bandeira da Argentina.png  6 Terceiro lugar
27 de junho – Concepción
   Paraguai Bandeira do Paraguai.png  1  
 Brasil Bandeira do Brasil.png  1 (3)  Peru Bandeira do Peru.png  2
 Paraguai Bandeira do Paraguai.png  1 (4)    Paraguai Bandeira do Paraguai.png  0
3 de julho – Concepción

Quartas de final

24 de junho 20:30 Chile Bandeira do Chile.png 1-0 Bandeira do Uruguai.png Uruguai

25 de junho 20:30 Bolívia Bandeira da Bolívia.png 1-3 Bandeira do Peru.png Peru

26 de junho 20:30 Argentina Bandeira da Argentina.png 0(5)-(4)0 Bandeira da Colômbia.png Colômbia

27 de junho 18:30 Brasil Bandeira do Brasil.png 1(3)-(4)1 Bandeira do Paraguai.png Paraguai

Semifinal

29 de junho 20:30 Chile Bandeira do Chile.png 2-1Bandeira do Peru.png Peru

30 de junho 20:30 Argentina Bandeira da Argentina.png 6-1 Bandeira do Paraguai.png Paraguai

Disputa pelo 3º lugar

3 de julho 20:30 Peru Bandeira do Peru.png 2-0 Bandeira do Paraguai.png Paraguai

Final

4 de julho 17:00 Chile Bandeira do Chile.png 0-0 Bandeira da Argentina.png Argentina

Premiação

Copa América 2015
Bandeira do Chile.png
Chile
Campeão
(1º título)

Individuais

Artilheiro:

Revelação:

Melhor goleiro:

Prêmio Fair Play:

  • Bandeira do Peru.png Peru

Sedes

Durante a reunião do Comitê Executivo da CONMEBOL em junho de 2013, o presidente da Federação Chilena de Futebol (FCF), Sergio Jadue, anunciou as cidades de Santiago, Antofagasta, La Serena, Valparaíso, Viña del Mar, Concepción, Temuco e Rancagua como sedes da Copa América de 2015.

História

Seguindo o sistema de rodízio de sedes, esta edição seria realizada no Brasil, país que organizou a competição pela última vez em 1989. Devido à organização de outros eventos esportivos no país durante a década, como a Copa das Confederações de 2013, a Copa do Mundo FIFA de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, a ideia de que o Chile sediasse a Copa América em 2015. O então presidente da CONMEBOL, Nicolás Leoz, até sugeriu que o México sediasse a competição, apesar de o país não ser membro da Confederação Sul-Americana. O presidente da Bolívia, Evo Morales, também expressou interesse em sediar o torneio em seu país.

Em fevereiro de 2011, a Confederação Brasileira de Futebol confirmara a realização da Copa América no Brasil. Especulou-se, inclusive, para essa edição, a possibilidade de unificar com as seleções da América do Sul e das Américas do Norte, Central e Caribe, realizando um torneio nos moldes da Eurocopa. A ideia acabou se confirmando apenas para 2016, quando será realizada a Copa América Centenário, nos Estados Unidos, em uma edição especial comemorando os cem anos da competição.

Não obstante a posição do ano anterior, em março de 2012 a CBF confirmou a troca na organização da Copa América de 2015 com o Chile, que sediaria a Copa América em 2019, em virtude das competições internacionais sediadas no Brasil entre 2013 e 2016 que forçariam a paralisação do Campeonato Brasileiro de Futebol por quatro anos seguidos.

Arbitragem

Bandeira da Argentina.png Argentina

Árbitro

  • Néstor Pitana

Assistente

  • Hernán Maidana
  • Juan Pablo Belatti

Bandeira da Bolívia.png Bolívia

Árbitro

  • Raúl Orosco

Assistente

  • Javier Bustillos
  • Juan Montaño

Bandeira do Brasil.png Brasil

Árbitro

  • Sandro Ricci

Assistente

  • Emerson de Carvalho
  • Fábio Pereira

Bandeira do Chile.png Chile

Árbitro

  • Enrique Osses
  • Julio Bascuñán•
  • Jorge Osorio•

Assistente

  • Carlos Astroza
  • Marcelo Barraza
  • Raúl Orellana•

Bandeira da Colômbia.png Colômbia

Árbitro

  • Wilmar Roldán

Assistente

  • Alexander Guzmán
  • Christian de la Cruz

Bandeira do Equador.png Equador

Árbitro

  • Carlos Vera

Assistente

  • Christian Lescano
  • Byron Romero

Jamaica.png Jamaica

Árbitro

  • Jejui Talaban

Assistente

  • Boite Coconovi
  • Toni Tiio

Bandeira do Paraguai.png Paraguai

Árbitro

  • Enrique Cáceres

Assistente

  • Rodney Aquino
  • Carlos Cáceres

Bandeira do Peru.png Peru

Árbitro

  • Víctor Carrillo

Assistente

  • César Escano
  • Jonny Bossío

Bandeira do Uruguai.png Uruguai

Árbitro

  • Andrés Cunha

Assistente

  • Mauricio Espinosa
  • Carlos Pastorino

Bandeira da Venezuela.png Venezuela

Árbitro

  • José Argote

Assistente

  • Jorge Urrego
  • Jairo Romero

• Árbitro Reserva

Artilharia

4 gols (2)

3 gols (3)

2 gols (8)

1 gol (22)

Gols contra (1)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória