FANDOM


Campeonato Africano das Nações de 2015
Africa Cup 2015.png
Dados
Organização: CAF
Participantes: 16
Anfitrião: Guiné Equatorial Bandeira da Guiné Equatorial.png
Início: 17 de janeiro de 2015
Fim: 8 de fevereiro de 2015
Gols: 45
Jogos: 24
Artilheiro: 2 gols:
  • Thievy Bifouma Bandeira da República do Congo.png
  • Max Gradel Bandeira da Costa do Marfim.png
  • André Ayew Bandeira Ganesa.png
  • Ahmed Akaïchi Bandeira da Tunísia.png
Premiações
Cronologia
Antes: 2013
Depois: 2017


O Campeonato Africano das Nações, Taça das Nações Africanas ou Copa Africana de Nações de 2015 é a 30ª edição do torneio organizado pela Confederação Africana de Futebol (CAF). Será realizada entre 17 de janeiro a 9 de fevereiro na Guiné Equatorial, pela segunda vez em três anos, após a desistência do Marrocos em sediar o torneio por conta do surto de ebola na região ocidental do continente africano.

Sedes

Quatro cidades foram selecionadas para como sede: Bata, Malabo, Mongomo e Ebebiyín. As duas primeiras também sediaram jogos no Campeonato Africano das Nações de 2012.

Candidatura

Oito países expressaram interesse em sediar a Copa Africana de Nações de 2015 ou 2017, mas apenas três apresentaram uma candidatura: África do Sul, Marrocos e República Democrática do Congo. As autoridades da Confederação Africana de Futebol iniciaram uma inspeção nos países entre novembro e dezembro de 2010. Após a inspeção na República Democrática do Congo, o país anunciou sua desistência na tentativa de sede, levando o Marrocos e a África do Sul como únicos candidatos.

Em 29 de janeiro de 2011, durante a realização da Supercopa Africana, a CAF anunciou o Marrocos como sede da Copa Africana de 2015. Os jogos seriam disputados em quatro cidades (Rabat, Marrakech, Agadir e Tânger) e uma quinta selecionada como alternativa (Casablanca).

Troca de sede

No final de 2013, um surto de ebola se instaurou na África Ocidental, com grande número de vítimas na Libéria, Serra Leoa e Guiné. Com o temor da epidemia de espalhar por outros países do continente, o governo do Marrocos solicitou a CAF o adiamento da competição para 2016, mas o comitê executivo da entidade decidiu manter a data original.

Em novembro de 2014 a CAF confirmou a desistência do Marrocos em sediar o torneio e um novo processo de seleção foi aberto. Como consequência, o Marrocos que estava classificado automaticamente para a CAN 2015 como país sede perdeu sua vaga e foi desclassificado.

Angola, África do Sul, Egito, Gana e Sudão foram apontados como possíveis substitutos, mas acabaram desistindo por motivos diversos. Em 14 de novembro de 2014, a CAF anunciou a escolha da Guiné Equatorial como nova sede e sua seleção assumiu a vaga do Marrocos.

Eliminatórias

O processo de qualificação iniciou-se com 51 seleções na disputa por 15 vagas no torneio. Apenas o Djibuti e a Somália não se inscreveram e o Marrocos não participou por ser a sede original e possuir a vaga automática.

As eliminatórias foram compostas de quatro fases, sendo as três primeiras disputados em jogos de ida e volta entre as 30 seleções piores classificadas no ranking da CAF. Na última fase, disputada no sistema de grupos, entraram as 21 seleções de melhor ranking mais as restantes das etapas anteriores, divididas em sete grupos de quatro equipe cada. As duas melhores equipes de cada grupo e um melhor terceiro colocado entre todos os grupos se classificaram para o torneio.

A Guiné Equatorial, que foi inicialmente desclassificada das eliminatórias por uso de jogador irregular, se classificou automaticamente após a renúncia do Marrocos, completando as 16 seleções participantes.

Seleções classificadas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória